Foram presas 14 pessoas por se passar por outras pessoas durante as provas necessárias para obter a nacionalidade

Agentes da Polícia Nacional prenderam 14 pessoas em Valência, com idades entre 24 e 49 anos, de origem paquistanesa e romena, por representar compatriotas em um teste de língua espanhola para obter nacionalidade.

 

Os agentes apreenderam 2.200 euros, 18 documentos falsos, um moletom que tinha nas costuras um sistema composto por uma capa de silicone para anexar um smartphone e a fiação para as mãos livres, cujo objetivo era transmitir os dados do exame oficial para fora da sala de aula. Com um fone sem fio e uma jaqueta com o mesmo sistema.

 

As investigações começaram em janeiro, quando a policia ficou sabendo de uma possível máfia dedicada a suplantar a identidade de pessoas que iam fazer o exame oficial de língua espanhola para tirar a nacionalidade espanhola.

 

Os policiais descobriram que a máfia estava formada por cidadãos de origem paquistanesa que recebiam grandes quantidades de dinheiro para encontrar pessoas da mesma nacionalidade com mais conhecimentos de espanhol para fazer a prova. Essas pessoas faziam a prova mostrando documentos aparentemente falsos com os dados da pessoa que precisava fazer a prova, mas com a foto da pessoa que realmente realizava a prova.

 

Essas pessoas foram presas no dia da realização das provas nas sedes de Valência e após isso os agentes descobriram que os aspirantes que tinham que fazer a prova pagavam aproximadamente 1000€ e os que faziam as provas no seu lugar recebiam uns 50€.

 

Após um primeiro estudo sobre os documentos, os agentes determinaram que a falsificação dos documentos era de boa qualidade e eram entregues pela própria organização.

 

Sabendo que existem vários tipos de máfias que se aproveitam das dificuldades dos estrangeiros que residem aqui, tem cuidado! Se você compra um desses serviços e for descoberto, além de ter que responder por um processo penal provavelmente vão iniciar também um processo de expulsão. Por outro lado, se já obteve a nacionalidade com esse tipo de falsidade, além de todo o anterior mencionado, também vai ter a nacionalidade anulada.

 

 

Fonte: www.elmundo.es/comunidad-valenciana/2018/02/22/5a8e9873468aebc76d8b462f.html

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Abrir chat
1
Escanea el código
Hola
¿En qué podemos ayudarte?