O que é realmente violência de gênero, conforme uma perspectiva profissional

Nossa colaboradora Carmen Pereira Mañez – Psicóloga colegiada no Colegio Oficial de Psicólogos de Madrid, Experta em Coaching®- escreveu esse interessante articulo falando sobre a violência de gênero. Nesse artigo nos explica, desde um ponto de vista profissional, o que realmente é a violência de gênero e como podemos reconhecê-la.

Falamos muito sobre violência, mas poucos sabemos como diagnosticá-la:

VI-O-LÊN-CI-A

  1. Estado daquilo que é violento.
  2. Ato violento.
  3. Ato de violentar.
  4. Veemência.
  5. Irascibilidade.
  6. Abuso da força.
  7. Tirania; opressão.
  8. [Jurídico, Jurisprudência] Constrangimento exercido sobre alguma pessoa para obrigá-la a fazer um acto qualquer; coacção.

Conceito de violência Doméstica: Tipo de violência praticada no âmbito familiar, entre pessoas com relações de parentesco.
Este é o sentido que encontramos no dicionário on line. Mas como podemos saber se em nossas vidas estamos sofrendo algum tipo de violência?

Primeiro é importante conhecer quais tipos de violência podemos sofrer: a Violência física que todos conhecemos e todos vemos os resultados através da agressão e muitas vezes das marcas provocadas no corpo e a VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA. Sim, a que não vemos, mas sentimos…

A violência psicológica é invisível, pois as marcas que causa são internas, ou seja, em nosso desenvolvimento psicológico, em nossa autoestima, autoimagem e por aí vamos.

Na maioria das vezes é difícil ser detectada, pois culturalmente se confunde com a lei do mais forte. Onde o personagem violento abusa de sua força, seu poder, e oprime de alguma maneira o outro.

Assim, muitas vezes um fato corriqueiro repetido durante anos, como menosprezar as vitorias do outro, é um ato violento e provoca baixa autoestima… o que poucos sabem é que a violência psicológica provoca dependência e baixa autoestima em ambos indivíduos envolvidos.

Sim!

O indivíduo violento passa a depender do indivíduo que sofre a violência, pois sem ele não pode provar sua força e seu poder. Demonstrando assim uma autoestima fragilizada e deficitária. E em consequência o indivíduo que sofre a violência, fica preso no círculo que o violento organiza, tendo sua autoestima e autoimagem minada pelas palavras, atos e situações que o violento provoca.

É muito importante saber que violência é totalmente diferente de poder, força ou autoestima e liderança.

O poder e a força são demonstrados em situações especificas, onde a pessoa por si só necessita realizar uma determinada ação ou tomar uma decisão e para isso possui autoconfiança e autoconhecimento suficiente para concretizar sozinha a ação, chegando ao objetivo necessário.

Na violência a pessoa é tão insegura que precisa denegrir, insultar, bater, diminuir, etc o outro para chegar ao seu objetivo.

Fica claro?

Psicologicamente muitas pessoas nem sabem que estão sofrendo atos ou situações de violência.

Pois culturalmente a lei do mais forte se confunde com a necessidade de denegrir a imagem do outro para ser o melhor…

Isso acontece em todas as fazes de nossas vidas, e para isso precisamos estar atentos e manter a autoestima e a autoconfiança no seu melhor. Observando assim, até que ponto outras pessoas necessitam ser melhores ou piores que nós mesmos.

Ou seja, qualquer situação onde uma pessoa precisa denegrir outra para ressaltar suas qualidades pode ser detectada como uma situação violenta.

Assim, se você está sofrendo qualquer tipo de discriminação, perseguição, opressão, constrangimento, abuso, desqualificação ou exclusão.

Procure ajuda!

Precisamos acabar com a violência e que as pessoas violentas parem com esse tipo de comportamento.

Autoconhecimento é uma grande ferramenta para conseguimos nossos melhores objetivos.

Assim como precisamos de um mecânico para as revisões periódicas do nosso carro, é importante reconhecer os profissionais responsáveis pela revisão periódica do nosso caminho.

Ser saudável é ser responsável 😉!

Sou Carmen Pereira – Psicóloga colegiada no Colegio Oficial de Psicólogos de Madrid, Experta em Coaching® e trabalho com o desenvolvimento de pessoas, unindo meu conhecimento e minha experiencia como psicóloga e o coaching. Acompanho cada pessoa no seu processo de superação e para alcançar seu bem-estar, seu conhecimento e a expansão da consciência, sempre em direção ao melhor. Facilitando na conquista dos objetivos, contribuindo para fazer a vida mais valiosa.

\"carmen\"Carmen Pereira Mañez – Psicóloga Experta em Coaching® – PsEC®

684.29.60.54

cpereiramanez@gmail.com

https://www.linkedin.com/in/carmen-pereira-ma%C3%B1ez/

https://www.facebook.com/psicologa.net/

https://www.facebook.com/carmen.pereiramanez

https://www.instagram.com/carmenpereiramanez/

https://twitter.com/canena_manez/

http://carmenpsicologa.simplesite.com/

 

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Abrir chat
1
Escanea el código
Hola
¿En qué podemos ayudarte?